O que é Apple Music – Coisas Que Você Precisa Saber

Graças ao rápido crescimento online da indústria musical, é fácil adquirir canções hoje em dia. Você pode baixar faixas a partir de mecanismos de busca, comprar álbuns de sites online e transmitir o conteúdo continuamente por meio de diversos serviços. Vários fornecedores de música estão crescendo massivamente e a Apple não é exceção; ela acabou de lançar o Apple Music para ganhar uma fatia desse mercado.

Sobre o Apple Music

apple music íconeAnunciado neste ano na Conferência Mundial para Desenvolvedores da Apple em San Francisco, EUA, o Apple Music é um serviço de transmissão continua de música totalmente desenvolvido e hospedado pela Apple. Ele é parte da próxima atualização do iOS, a qual permite que os usuários ouçam a uma transmissão continua ilimitada de música. O aplicativo suporta diversas plataformas, incluindo dispositivos Apple, PC do Windows e smartphones Mac e Android. Como a Apple vai oferecer uma versão grátis do serviço, se você tiver uma ID Apple poderá usar o serviço por 3 meses sem custo algum. Você terá que assinar o serviço após esse período teste, e então a assinatura custará no Brasil U$4,99 ou U$7,99 no plano familiar, o qual pode ser usado por até seis pessoas. Em Portugal o custo é de €9,99 no plano individual e €14,99 no plano família.

O Apple Music foi lançado em 30 de junho de 2015 junto com a aguardada atualização 8.4 do iOS. iPhones, iPads, Macs e PCs do Windows serão notificados da atualização, enquanto usuários Android podem experimentar o app de música ainda este ano. Assim como os principais outros serviços de transmissão de música, o Apple Music possui uma biblioteca musical imensa. Além disso, ele possui recursos exclusivos que todos os fanáticos por música certamente irão curtir, incluindo um reprodutor de música inteligente online, estação de radio 24h chamada Beats1 e sua rede social especial para se conectar com os artistas.

Funções Notáveis do Apple Music

O mais recente serviço de transmissão continua de música da Apple possui basicamente três recursos principais. Embora não sejam inovadores, pois outras empresas já oferecem esses servios, a Apple promete que os outros são superficiais. De acordo com a empresa, o Apple Music é “menos dados digitais e mais como a arte que é a música”.

Descoberta de Música

Ao assinar o serviço, você poderá reproduzir qualquer música disponível no iTunes e salvá-la no disco rígido. Note que o iTunes tem a maior coleção de música de todos, com mais de 25 milhões e sempre crescendo. Além disso, você pode ouvir a listas de reprodução escolhidas a dedo e receber recomendações musicais com facilidade. Você pode encontrar as faixas ou álbuns desejados pesquisando com palavras-chave ou explorando as categorias. O aplicativo vai oferecer música para você de acordo com seus interesses.

apple music jogador

Rádio Beats 1

Além de poder reproduzir uma quantidade literalmente ilimitada de música, você terá acesso à Beats 1, a mais nova estação de rádio da Apple. Essa é a primeira estação de rádio 24h mundial, transmitida de Nova Iorque, Los Angeles e Londres. Ela será apresentada por DJs famosos, como Zane Lowe, Blame Ebro e Julie Adenuga. Além de tocar as músicas mais pedidas por fãs do mundo todo, você também pode aguardar por entrevistas e análises musicais de seus artistas favoritos.

rádio Beats 1 interface

Apple Connect

Se você ficar cansado de ficar só ouvindo ao Apple Music, há outro recurso que você pode experimentar, o Apple Connect. Essa não é a primeira vez que a Apple usa redes sociais para conectar fãs com artistas; é certo que a Apple ampliou essa experiência desenvolvendo esse serviço. Com o Apple Connect, os artistas podem enviar conteúdos diversos para seus fãs aproveitarem. Esse material pode ser de filmagens exclusivas, gravações no estúdio, mensagens de vídeo, vídeos de bastidores etc. Esse recurso pode ser integrado ao Twitter, Instagram e Facebook para facilitar o compartilhamento.

apple connect

Como Enriquecer Sua Vida Musical com o Apple Music

Além de saber o que é o Apple Music, a próxima grande questão é como você pode utilizá-lo de maneiras diferentes e abordagens versáteis. Dados os recursos supracitados do Apple Music, aqui vão algumas coisas que você pode fazer.

Salve e Colecione com Apple Music

i

Grave o Apple Music – já que você pode ouvir a transmissão de faixas e listas de reprodução tranquilamente no Apple Music, você também pode gravar as canções que desejar enquanto estão tocando. Basta procurar pela música, reproduzi-la e usar um gravador de áudio de alta qualidade para pegar a música. Para aprender como fazer isso, leia este artigo detalhado.

ii

Grave a Rádio Beats 1 Ao Vivo – você pode salvar com um gravador de rádio conteúdo exclusivo da Beats1, como entrevistas, lançamento de singles, as últimas fofocas e outras informações relacionadas ao seu artista favorite, e reproduzi-lo mais tarde quando quiser.

iii

Grave Apple Music em CD – se as gravações começarem a lotar seu disco rígido, você sempre pode gravá-las em CDs com o propósito de armazenamento. Ademais, isso permite que você organize as canções de acordo com o artista, álbum ou gênero.

Reproduza o Apple Music em Dispositivos Móveis

i

Reproduza o Apple Music em Dispositivos Android – o Android é uma parte grande do ecossistema de smartphones; o Apple Music não se limita apenas a aparelhos iOS. De acordo com a empresa, o serviço vai chegar para Android na segunda metade do ano. Antes disso, você pode salvar as músicas no computador e transferi-las para o seu dispositivo para ouvir Apple Music no Android.

ii

Reproduza Apple Music em Smartphones Windows – atualmente, não há declaração oficial de quando a Apple lançará o aplicativo de música para usuários de smartphones Windows. Nesse caso, a única ideia é baixar as canções do Apple Music como arquivos locais e enviá-las para o smartphone Windows com um cabo ou programa especial de transferência de arquivos.

Deixe seu Comentário

Por favor preencha seu nome!
Por favor insira seu comentário!

Comente (0)

Anúncios de Promoção

Publicidades

Suporte
Compartilhar
Revisar
Comentar
Voltar ao topo